Início Esporte

Athletico I Thiago Heleno volta a marcar após 68 jogos: “Estava precisando”

0

Responsável por cobrar o pênalti do título do Athletico na Copa Sul-Americana, dois anos atrás, o zagueiro Thiago Heleno voltou a marcar com a bola rolando após 68 jogos.

Essa é sua matéria grátis do dia. Assine agora e tenha acesso ilimitado.R$ 0,99 no 1º mês

O General fez neste sábado (21), na Arena da Baixada, o gol que garantiu a vitória atleticana sobre o Santos, pela 22ª rodada do Brasileirão. Ele cabeceou sozinho, aos 30 minutos, após cobrança de escanteio de Ravanelli. E comemorou muito.

“Muito feliz por fazer o gol, ajudar o time. Eu estava precisando fazer um gol, ficava brincando no CT que a bola não estava entrando por pouco, e hoje consegui concluir e ajudar nosso time a vencer”, declarou o camisa 44.

A última vez que Thiago Heleno havia balançado a rede com a bola rolando foi contra o Sport, pela 29ª rodada da Série A de 2018. Ele passou em branco nos 20 jogos que fez no ano seguinte, quando passou um longo período suspenso por doping, e também não tinha comemorado nos primeiros 27 duelos da atual temporada.

O zagueiro também ressaltou a recuperação do Furacão, que venceu a quarta partida seguida e agora ocupa a nona colocação na tabela de classificação.

“Precisamos acreditar o tempo todo, o Brasileirão está estranho, sem o torcedor. Nos últimos anos viramos o turno na parte de baixo da tabela, mas no segundo turno temos dado a resposta. Temos de evitar isso. É ressaltar a entrega de todo mundo desde a chegada do Autuori, e temos de dar sequência e buscar coisas melhores”.

Veja o gol do Athletico:

Brasileirão 2020
22ª rodada
21/11/2020
Athletico 1×0 Santos

Athletico
Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Jaime Alvarado), Christian (Fabinho) e Léo Cittadini; Nikão (Aguilar), Reinaldo (Ravanelli) e Renato Kayzer (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori.

Santos
John; Pará (Madson), Luiz Felipe, Laércio (Alex) e Wagner; Jobson (Marinho), Ivonei (Sandry) e Vinícius Balieiro; Marcos Leonardo (Jean Mota), Arthur Gomes e Lucas Braga. Técnico: Marcelo Fernandes.

Gol: Thiago Heleno, aos 30 minutos do 2º tempo.
Amarelo: Sandry e Marinho (S).
Local: Baixada, Curitiba.
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ).

Fonte