Início Esporte

Aulas na rede estadual devem começar dia 1º de março com revezamento de alunos

0

Wesley Ortiz/Arquivo

As aulas na rede estadual de ensino em Mato Grosso do Sul devem começar no início de março. Ainda não há confirmação de que as aulas retornem presencialmente, mas conforme divulgado em live realizada nesta segunda-feira (1º), pela Secretaria de Educação de MS, as equipes estão preparadas para ambos, tanto para o ensino hibrido quando para o ensino em casa.

A maior dúvida tanto de pais quanto de alunos é de como vai funcionar o ensino neste ano de 2021. A princípio, as aulas devem começar no dia 1º de março.

Os alunos devem ser divididos em turmas, que se revezarão em cada semana.  Ou seja, 50% dos alunos vão assistir aula em uma semana e os outros 50% na outra semana. Os alunos que possuem irmãos em outras séries deverão permanecer no mesmo grupo que seu familiar.

“Se for voltar todo mundo presencialmente, estamos preparados, se formos fazer o ensino hibrido, 50% em cada semana, também estamos com material pedagógico pronto, se por ventura tivermos que parar totalmente, também estamos prontos”, explica a secretária de educação, Cecilia Motta.

Ainda de acordo com a secretária, os alunos podem optar pelas aulas remotas. A equipe da SED (Secretaria Estadual de Educação), está preparada desde ano passado para o retorno seguro e tem um planejamento pronto para atender a cada grupo de aluno. 

O protocolo de biossegurança prevê a nova rotina escolar da seguinte forma: cada escola deverá definir horários distintos de entrada e de saída dos estudantes, para evitar aglomeração. Ao chegarem à escola, os estudantes deverão ter suas mãos e calçados devidamente higienizados, e terão a temperatura aferida por funcionários que estarão posicionados no acesso da escola. Na sala de aula, deverá ser observada a distância mínima adequada da mesa do professor com relação aos conjuntos escolares da primeira fileira horizontal. 

As escolas também devem suspender todas as atividades em grupo, assim como festas e atividades pedagógicas, por tempo indeterminado. Os pais que levam e buscam os filhos, deverão estar de máscara e respeitar o distanciamento para evitar aglomerações. O recreio deverá ser direcionado para reduzir a interação entre as turmas e evitar aglomerações, entre outros pontos que compõem o protocolo de volta às aulas.

Cada escola contará com kits de proteção individual, como saboneteiras, termômetros, luvas, álcool em gel, máscara descartável, borrifadores. 

Porém, a secretária de educação orienta para que as famílias respeitem e orientem seus filhos para que não descumpram as medidas de biossegurança e lembra que tanto os alunos quanto os familiares mantenham todos os cuidados em casa.

Para conferir na íntegra o protocolo de volta às aulas, basta acessar aqui



Fonte