Início Esporte

Campo Grande amplia público alvo da campanha contra Influenza nesta terça · Jornal Midiamax

0

Iniciada no último dia 13 de abril e com mais de 14% da população alvo vacinado, Campo Grande irá ampliar o público a partir desta terça-feira (27). Poderão se vacinar todos os trabalhadores da saúde que tenham mais de 50 anos.

Nesta primeira fase da campanha, o público que tem a porcentagem das doses aplicadas são as crianças de seis meses a menores de seis anos, com 44,58% do total da população nesta faixa etária vacinada. No último final de semana a prefeitura também já havia ampliado a vacinação para gestantes sem comorbidades e puérperas, que tiveram filho há menos de 45 dias.

A estimativa de pessoas que devem se vacinar dentro de todo o público de trabalhadores da saúde é de 23.112 pessoas, que, assim como as crianças, gestantes, puérperas e indígenas – que ainda não teve a vacinação aberta – faz parte da primeira etapa da campanha de vacinação neste ano.

Nesta terça-feira, 67 unidades de saúde da prefeitura terão a dose da vacina a disposição no período da manhã. À noite, entre 17h e 22h, apenas os trabalhadores da saúde com 50 anos ou mais, gestantes e puérperas poderão se dirigir ao Drive-Thru Albano Franco para tomar a vacina.

Além destes pontos de vacinação, também serão imunizados aqueles que estão alocados na Santa Casa, Unimed, Hospital Regional, Hospital Universitário, Hospital do Pênfigo, Cassems, Clínica Campo Grande e El Kadri. Estas doses serão administradas nas próprias instituições e sem restrição de idade.

Segundo o levantamento da Sesau, até esta segunda-feira (26), 29.227 crianças haviam sido vacinadas, assim com 336 gestantes e 57 puérperas.

Restrições

Como o grupo de trabalhadores da saúde também é alvo da campanha de vacinação contra Covid-19, é necessário ficar atento à algumas restrições para receber o imunizante contra Influenza. As pessoas que tomaram a vacina do laboratório Sinovac/Butantan, a Coronavac, devem aguardar 15 dias após a aplicação do reforço vacinal.

Já quem recebeu o imunizante do laboratório Oxford/AstraZeneca deve esperar os mesmos 15 dias após o reforço ou estar entre o 15º e 69º dia após a aplicação da primeira dose da vacina. (Informações da assessoria)

Fonte