Início Política

Candidatos prometem fortalecer regionais; Kalil diz que OP ‘ferramenta poltica’ – Politica

0
Quinze nomes esto na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

O horrio eleitoral gratuito nas emissoras de rdio e televiso se iniciou h uma semana. Candidatos a prefeito de Belo Horizonte tem utilizado os dois blocos dirios de 10 minutos e as inseres ao longo do dia para apresentar propostas e fazer crticas a Alexandre Kalil (PSD), que tenta a reeleio. Uma das pautas presentes nos programas o Oramento Participativo — programa que permite, populao, escolher obras a serem feitas pelo poder pblico. Postulantes ao executivo municipal cobram, tambm, o fortalecimento das regionais e a descentralizao da administrao.  


Ver galeria . 15 Fotos Alexandre Kalil (PSD) busca a reelei
Alexandre Kalil (PSD) busca a reeleio. Seu vice – e colega de partido – Fuad Noman. A coligao tem, ainda, Rede, MDB, PP, PV, PDT, Avante e DC.
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )

Nesta sexta-feira, Kalil reconheceu a importncia do Oramento Participativo, mas disse que, ao assumir a prefeitura, percebeu a utilizao do programa como “ferramenta poltica”. Segundo ele, cerca de 450 obras iniciadas a partir das decises populares estavam paradas.

 

 

“Era festa, no era obra. Ns j estamos concluindo, das 450, mais de 300. Fazer reunies demaggicas e prometer obras no faz meu estilo. Se a gente no zerar essa fila, no vamos fazer maldade com o povo. No vamos prometer e no cumprir, reunir gente que precisa da obra, falar que vai fazer, mas no fazer”, afirmou o lder da corrida eleitoral. Conforme a mais recente pesquisa, publicada pelo Ibope, o pessedista tem 59% das intenes de voto. 

Representante do PT, Nilmrio Miranda aposta nas administraes petistas em BH (Patrus Ananias, nos anos 1990, e Fernando Pimentel, na dcada de 2000). A tentativa vista, justamente, quando menciona a necessidade de dar mais poder s regionais.

“Temos que fazer, em cada regional desta cidade, uma economia popular e solidria. No fazer tudo no centro; fazer em todos os lugares da cidade, ter administraes regionais, verdadeiras subprefeituras. Aproximar o poder de onde o povo vive”, apontou, durante o programa desta sexta, salientando que os moradores tm ideias de como suas localidades podem ser melhoradas.

O tom similar ao dado por Luisa Barreto (PSDB), cuja campanha tem a ideia de “cidade colaborativa” como um dos eixos. Do ltimo dia 9 para c, ela falou, por exemplo sobre a utilizao de aplicativos de celular para melhorar a comunicao entre populao e poder Executivo.

Nesta sexta, a tucana falou sobre a violncia contra a mulher e prometeu unir guarda municipal e assistncia social para amparar aquelas que esto em situao de risco.

Vice-lder crtica Kalil e lembra atuao legislativa

Quem tambm cita a violncia de gnero como problema a ser atacado Joo Vtor Xavier (Cidadania). Nesta semana, um dos pontos mais explorados por ele foi a proposta de criar uma casa para acolher vtimas de agresses.

“Sero espaos seguros e confortveis para acolher mulheres, mes e filhos que precisam de ajuda”, projetou vislumbrando instalar um empreendimento do tipo em cada regional at o fim de um eventual mandato.

Vice-lder nos levantamentos eleitorais — com 7%, segundo o Ibope —, Joo Vtor comeou a campanha em rdio e TV se dividindo entre crticas a Kalil e lembranas de sua atuao como deputado estadual na Assembleia Legislativa.

As chuvas que assolaram a cidade no incio foram citadas  pelo candidato, que criticou a demora da prefeitura na concluso das obras. O mesmo aconteceu com a atuao de Joo Vtor no Parlamento poca da tragdia de Brumadinho. A propaganda, em tom de apresentao, foi repetida diversas vezes nos primeiros dias. Com 3 minutos e 16 segundos de cada bloco de 10 minutos, o poltico do Cidadania dono do maior tempo. Por isso, acumula inseres ao longo dos intervalos comerciais.

urea Carolina (Psol), terceira colocada na disputa, possui 16 segundos. Por isso, alm de rememorar seus feitos eleitorais, como ter sido a vereadora mais votada em 2016, convida os eleitores a conhecer as propostas compiladas em seu site oficial.

 

Lafayette tenta colar imagem a pautas morais

O deputado federal Lafayette Andrada (Republicanos) tem poucos segundos nas emissoras, mas tenta mesclar a apresentao de propostas com menes diretas e indiretas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como fotos ao lado dele, e a defesa de pautas morais, como a famlia tradicional. A candidatura vendida como uma chapa formada “em defesa da famlia”.

Nesta sexta, Lafayette falou sobre a ideia de um alistamento facultativo com o objetivo de aumentar o contingente da Guarda Municipal. Ele prope, tambm, a convocao dos aprovados no ltimo concurso da corporao, mas ainda no chamados para ocupar os cargos.

Rodrigo Paiva (Novo), por sua vez, busca atrair o empresariado propondo desburocratizar a abertura e a gesto de negcios. “Todo mundo est com medo de perder o emprego. Eu, como empreendedor, sei exatamente que para criar empregos preciso diminuir impostos e acabar com a burocracia”, falou.

Comunista se apresenta como nome de esquerda

Wadson Ribeiro (PCdoB) aposta em uma campanha diferente da estratgia adotada por grandes nomes de seu partido. Em Porto Alegre, por exemplo, Manuela D’vila faz poucas menes ao nome da legenda — utilizando, inclusive, ainda que de forma discreta, o apelido “Movimento 65”, que dirigentes comunistas tentam emplacar.

Em Belo Horizonte, por outro lado, o candidato do PCdoB utiliza seu tempo de rdio de TV para se firmar como ‘cabea’ de uma candidatura de esquerda e criticar Bolsonaro.

Apresentaes e programas repetidos

H, ainda, os concorrentes que tm reprisado constantemente o teor de suas inseres. Marcelo Souza e Silva (Patriota), at agora, s colocou no ar o vdeo de apresentao, citando sua ligao com o setor lojista da cidade. Enquanto isso, o deputado estadual Professor Wendel Mesquita (Solidariedade) se apresenta como “homem de f inabalvel”.

Quem tambm mostrou suas “credenciais” nesta sexta foi Fabiano Cazeca (Pros). Em sua primeira participao no horrio eleitoral, adiada por conta de imbrglio com o partido, ele convocou o eleitorado a conhecer o site da campanha.

Zema e Lula so cabos eleitorais

Figuras de relevncia nacional tm aparecido pouco nos materiais dos candidatos belo-horizontinos. O governador Romeu Zema (Novo) tem sido utilizado pelo correligionrio Rodrigo Paiva, enquanto Nilmrio Miranda recorreu a vdeos do ex-presidente Lula em alguns comerciais.

Fora as fotos mostradas por Lafayette Andrada,Bolsonaro s citado nominalmente, mesmo, em tom crtico. Isso porque Bruno Engler, candidato dele em BH, filiado ao PRTB, partido sem acesso ao tempo de TV em virtude do desempenho ruim na eleio passada. O mesmo ocorre com Marlia Domingues (PCO), Wanderson Rocha (PSTU) e Cabo Washington Xavier (PMN).

 

Primeiro turno de vota
Primeiro turno de votao nas eleies 2020 ser em 15 novembro. Confira nosso guia


Eleies 2020: como votar, datas e horrios

O primeiro turno das eleies 2020 ser em 15 de novembro e, caso seja necessrio no seu municpio, o segundo turno ser realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleies, o horrio de votao das 7h s 17h. O horrio entre 7h e 10h preferencial para maiores de 60 anos.

O que muda nas eleies 2020?

Muitas mudanas foram feitas pela Justia Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o perodo eleitoral de 2020. Alm disso, os eleitores tambm tero de se adaptar s novas normas para os dias de votao, como a abertura antecipada das sees eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

Como justificar o voto nas eleies 2020?

Os eleitores podero optar por justificar o voto de trs formas: 

  • No dia das eleies: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausncia em qualquer local de votao, das 7h s 17h. O eleitor dever ter o nmero do ttulo, um documento oficial de identificao e o formulrio de justificativa preenchido.
  • Depois das eleies: preenchendo o formulrio de justificativa em qualquer cartrio eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em at 60 dias aps a votao.
  • A justificativa tambm poder ser feita no aplicativo e-Ttulo.

Eleies 2020 em Belo Horizonte

 

Fonte