Início Esporte

Consórcio paulista vence licitação para construção do contorno rodoviário

0

OBRA

Obra que visa desviar o tráfego de caminhões da avenida Ranulpho Marques Leal foi incluída e aprovada na LDO da União para 2021

O consórcio formado pelas empresas S.A Paulista e Astec Engenharia foi o vencedor da licitação para a construção da obra do contorno rodoviário de Três Lagoas. O valor da obra é de R$ 147, 9 milhões. 

O prazo para a conclusão, de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), é de 720 dias para execução do projeto e obra, que visa desviar o tráfego de caminhões da avenida Ranulpho Marques Leal, na BR-262, rodovia que corta o perímetro urbano de Três Lagoas.

O projeto do contorno rodoviário começou a ser discutido em 2009, e apenas no próximo ano, sairá do papel, quando será assinada a ordem de serviço entre o Dnit e o consórcio vencedor da licitação. A obra foi incluída no orçamento da União de 2021. A bancada federal de Mato Grosso do Sul no Congresso entendeu que essa é uma obra de extrema relevância. “O crescimento econômico de Três Lagoas, com instalação de muitas indústrias e o aumento da população, fez entrar em colapso o trânsito na cidade. Muito mais carros, caminhões, motos, carretas, ônibus. Mais riscos para pedestres!! Para que o problema seja resolvido, incluímos e aprovamos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da União do próximo ano a construção do contorno rodoviário da cidade. Uma obra que vai desafogar o trânsito na parte urbana. Uma obra essencial aos moradores”, comemorou a deputado federal Rose Modesto (PSDB/MS).

O anel rodoviário é apresentado como alternativa para superar o conflito entre tráfego urbano e rodoviário. Os primeiros estudos da obra começaram em 2009, com o levantamento estatístico de incidência de acidentes no trecho e cálculo da projeção de acréscimo do tráfego de veículos nas rodovias BR-262 e BR-158 – principalmente de carretas – em razão da construção e duplicação das fábricas de celulose de Três Lagoas.



Fonte