Início Destaque

Escolas do interior também podem ser reformadas por presos, diz Reinaldo

0

A reforma de escolas estaduais com uso de mão de obra prisional pode ser levada ao interior do Estado. Em Campo Grande, o projeto foi responsável por obra em dez instituições de ensino. A ampliação da parceria com Judiciário foi citada pelo governador de MS, Reinaldo Azambuja, durante entrega do prédio no bairro Universitário II.

Hoje foi entregue a reforma da Escola Estadual Teotônio Vilela. O diretor Adauto Julio da Costa disse que o trabalho começou em 2018, a primeira grande reforma dos últimos 20 anos.

O governador acredita que parceria com o Judiciário viabiliza a ressocialização dos presos do regime semiaberto e contribui para melhoria da Educação. O juiz Albino Coimbra, coordenador do projeto, acredita que a proposta auxilia para minimizar duas situações crônicas e consideradas por ele, as “grandes mazelas do País: o sistema educacional e o prisional”.

*CorreiodoEstado