Início Tecnologia

Essays on Empathy mostra que é possível fazer arte nos games

0

Ideias originais são sempre muito bem-vindas no mundo dos games. Uma reformulação do que pode ser apresentado costuma ter um efeito positivo entre os jogadores tradicionais. Um game não é apenas uma fita, um CD ou algo que possui começo, meio e fim. Videogame pode ser uma arte e algumas empresas pensam desta forma.

Jogos que trazem reflexão e um pensamento fora do senso comum possuem cada vez mais espaço em nossa realidade. Se existisse um dicionário gamer e a palavra criatividade estivesse inserida nele, eu diria que Essays on Empathy poderia ser uma das respostas. Aumente seu crédito pelo título, já que ele foi desenvolvido pelo Deconstructeam, responsável pelo excelente The Red Strings Club, de 2018. 

Leia mais…

Fonte