Início Destaque

Estados pedem mais ajuda contra fogo na Amazônia

0

conter os incêndios na Amazônia, além de acenar com a liberação de recursos bloqueados. O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o envio da Força Nacional para ações de combate ao desmatamento em Pará e Rondônia. São dois dos seis Estados que já acertaram com o governo o envio das Forças Armadas, com base no decreto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Os outros são Roraima, Tocantins, Acre e Mato Grosso.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, informou que o governo deve liberar até R$ 28 milhões como medida emergencial para apoio ao combate às queimadas. A Pasta tem previsto esse valor anual para emprego em GLO – mas os recursos estão contingenciados. Azevedo e Silva disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, se comprometeu a liberá-los.

“Lógico que são recursos emergenciais que duram pouco. Eu fui responsável pela intervenção na Maré, no Rio. Era mais ou menos R$ 1 milhão por dia”, disse Silva. Ele destacou que todo o efetivo das Forças Armadas na Amazônia, de 43 mil homens, está disponível para o combate ao fogo, conforme solicitação dos Estados e do governo federal. Ontem, já começaram ações de contenção em Porto Velho com dois C-130 Hércules. As aeronaves podem despejar até 12 mil litros de água em cada ação.

 

 

*Exame