Início Esporte

Lisca provoca presidente do Paraná após vitória do América-MG

0

Essa é sua matéria grátis do dia. Assine agora e tenha acesso ilimitado.R$ 0,99 no 1º mês

Mesmo cumprindo suspensão e tendo de assistir ao jogo contra o Paraná das sociais da Vila Capanema, Lisca, técnico do América-MG, não saiu do estádio sem se envolver, mais uma vez, em polêmica.

Após a vitória do time mineiro nesta quarta-feira (9) pela nona rodada da Série B, o treinador tentou cumprimentar o presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, e foi sumariamente ignorado. Indignado, fez provocações ao dirigente e ao seu ex-clube.

Ao ouvir as palavras de Lisca, Oliveira quis tirar satisfação correu atrás do técnico, que saiu correndo do local, gerando um tumulto. Os dois não chegaram a se agredir fisicamente.

“O Lisca falou algo para o presidente. Não poderia, aqui na nossa casa”, disse o diretor de futebol do Paraná, Alex Brasil, à Rádio Banda B.

Veja a tabela da Série B 2020

“Informações que eu tive da diretoria – e me surpreende porque ele [Lisca] era querido por todos – foi que ele disse palavras que desrespeitam a instituição. ‘Aqui não perde para essa M de time’. Lamento, não tive a possibilidade de conversar com ele pessoalmente. O respeito tem que estar acima de tudo”, falou o técnico paranista, Alan Aal.

Em 2017, Lisca teve problemas com a diretoria paranista e deixou o comando do time em um clima nada ameno. Na época, chegou às vias de fato com o então auxiliar técnico Matheus Costa. Por causa disso, o técnico foi demitido em setembro, em meio à campanha que culminou no retorno à elite.

Fonte