Início Esporte

Na sua opinião, a 2ª onda da covid será mais forte que a 1ª? – Cidades

0
Pacientes à espera de teste em farmácia (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Em 24 horas, de sexta para esse sábado (28), o boletim da SES (Secretaria de Estado de Saúde) trouxe 1.884 novos casos da doença no Estado, um número que representa quase 2% do total de casos registrados desde o início da pandemia – 97.605. Depois de longas semanas com menos de 1 mil registros diários, Mato Grosso do Sul voltou a enfrentar o que já havia passado no pico da pandemia, quando chegou a ter mais de 2 mil novos confirmações de infectados pelo novo coronavírus em um só dia.

O que mais preocupa é a lotação dos hospitais, a beira do colapso. Atualmente, há 450 internados por causa da covid-19 em Mato Grosso do Sul e 9.685 pessoas em isolamento domiciliar. Dos internados, 265 estão em leitos clínicos, enquanto 185 necessitaram de atendimento avançado em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

A taxa de ocupação de leitos SUS (Sistema Único de Saúde) em Mato Grosso do Sul é de 59% para UTIs adultas e 44% para UTIs pediátricas específicas para tratamento de covid-19. Já quanto a ocupação global de leitos de UTI disponíveis no SUS, a maior atualmente se registra em Campo Grande, onde 90% das vagas para pacientes graves estão ocupadas.

Você achar que esta segunda onda da covid-19 está mais forte que o primeiro pico?

Responda na nossa enquete. Já está no ar! Fica do lado esquerdo da capa do Campo Grande News.

Fonte