Início Esporte

Premier League muda parceiros de mídia no Canadá, México e América Central

0

Concorrência pelos direitos do campeonato na América do Sul ainda não foi definida

A Premier League anunciou nesta quinta-feira (13) dois novos acordos de mídia em mercados das Américas. Tanto no Canadá quanto no México e América Central, a liga inglesa terá novos parceiros de transmissão de seu campeonato para o triênio 2022/2023 a 2024/2025.

No Canadá, a FuboTV adquiriu com exclusividade o pacote de transmissão de 380 jogos, que passarão tanto no streaming quanto no canal linear Fubo Sports Network. É o maior acordo de futebol da história da plataforma, que teve o americano John Textor, novo dono do Botafogo, como investidor até agosto de 2020.

A aquisição faz parte do novo posicionamento da FuboTV desde que se tornou uma empresa de capital aberto. No Canadá, a plataforma já tinha comprado os diretos da Serie A italiana e da Copa Itália. A Fubo desbancou na concorrência o DAZN, que exibe atualmente a Premier League no Canadá.

Na região da América Central e do México, a liga inglesa assinou com a plataforma de streaming Paramount+, que desbancou a Sky, antiga detentora dos direitos na região nos últimos anos. Ligada à ViacommCBS, a Paramount+ tem investido cada vez mais em direitos esportivos.

“Os esportes ao vivo são um diferencial importante para nosso serviço de streaming e, como vimos nos Estados Unidos e na Austrália, estamos confiantes de que isso impulsionará o crescimento de assinantes, pois continuamos a oferecer a melhor combinação de entretenimento e, agora, esportes ao vivo”, disse Raffaele Annecchino, presidente e diretor executivo da ViacomCBS Networks International.

A mudança de parceiros nas duas regiões reforça a estratégia de crescimento internacional da Premier League. A liga conseguiu, há alguns meses, um acordo histórico para o mercado dos Estados Unidos. Triplicou os valores pagos anualmente pelos direitos, que agora valem US$ 450 milhões. Lá, porém, a NBC permaneceu como dona da transmissão, depois de ter vencido uma forte concorrência com CBS e ESPN.

A estratégia de acirrar a disputa entre concorrentes pelos direitos é o que trava hoje o acerto para a região da América Latina e Brasil, mercados que geralmente são vendidos separadamente. Warner e Disney disputam os direitos para exibir os jogos na ESPN/Star+ e TNT Sports/HBO Max. Até agora não há uma previsão para o anúncio do vencedor, que estava programado para dezembro.

Fonte