Início Esporte

Super Bowl injetou US$ 572 milhões na Flórida · Notícia · Máquina do Esporte

0

O Super Bowl que aconteceu em fevereiro no estádio do Miami Dolphins gerou um impulso econômico de US$ 572 milhões na região sul da Flórida. 

De acordo com um relatório de impacto econômico publicado pelo comitê anfitrião do Super Bowl de Miami, isso foi mais que o dobro da quantia gerada para a região quando Miami sediou pela última vez um Super Bowl, em fevereiro de 2010.

Hard Rock Stadium abrigou o Super Bowl 54 no começo do ano, antes da pandemia – Foto: Divulgação

 

Os dados divulgados pelo South Florida Business Journal mostrou que a 54ª edição do Super Bowl, que viu o Kansas City Chiefs vencer o 49ers, resultou na reserva de 368 mil diárias em hotéis e gerou US$ 34 milhões em impostos fiscais estaduais e locais.

Cerca de 35% dos visitantes eram da região do Kansas City, enquanto 11,9% viajaram de São Francisco. O fã visitante gastou em média US$ 593 por dia em coisas como acomodação, entretenimento, transporte, comida e compras.

O jogo teve 62 mil espectadores, com a renda média anual dos visitantes estimada em US$242.674, de acordo com o relatório.

A próxima edição do Super Bowl deverá ocorrer novamente na Flórida, com o Estádio Raymond James de Tampa programado para receber o jogo no dia 7 de fevereiro. No entanto, resta saber se o evento terá um impacto econômico semelhante, uma vez que as restrições ao comparecimento dos torcedores ainda podem estar em vigor devido à Covid-19.

Fonte