Início Esporte

Todos aprendem da mesma forma? – Artigos

0

A aprendizagem é um processo complexo e fundamental para o ser humano e nem todos os indivíduos aprendem da mesma forma. O aprendizado é uma construção que passa por etapas e depende de diversos fatores, como aspectos cognitivos, emocionais, culturais, entre outros, para que de fato o conhecimento adquirido seja consolidado. Não existem dois processos de aprendizagem iguais, pois cada pessoa tem uma forma única de aprender, o chamado perfil ou estilo de aprendizagem.

De acordo com os autores Gilson Teixeira e Denise Mendes da Silva, os estilos de aprendizagem são maneiras próprias de um indivíduo perceber e sistematizar os conhecimentos que são expostos desde seu nascimento.

Aprender a aprender é o ponto chave para uma aprendizagem significativa. Descobrir qual é o perfil de aprendizagem e qual a melhor estratégia de ensino para um determinado aluno faz com que ele aprenda com mais facilidade os conteúdos estudados. O entendimento sobre os diversos perfis de aprendizagem é fundamental para docentes, instituições de ensino e para o próprio estudante, pois a partir do momento que o perfil de um aluno é identificado, pode-se escolher as metodologias e ferramentas que mais se adequam ao seu estilo de aprendizagem.

Há uma grande variedade de perfis de aprendizagem e, além da observação, há instrumentos e testes para identificar as características do perfil de cada pessoa. Antes de categorizarmos cada perfil, deve-se esclarecer que esses são apenas preferências de aprendizagem, ou seja, são formas em que os indivíduos assimilam melhor e com mais rapidez determinado conteúdo, tornando a aprendizagem mais eficaz.

Uma das principais teorias de estilos de aprendizagem é a VARK (sigla em inglês que se refere a visual, auditive, reading e kinesthetic). Ela separa os estudantes em quatro categorias:

Visual – pessoas que aprendem melhor quando utilizam estímulos visuais. Em geral, costumam ter boa memória fotográfica, gostam de imagens explicativas, demonstrações visuais e vídeos;

Auditiva – são aqueles que têm preferência por estímulos auditivos, gostam de leitura em voz alta, explicações faladas e costumam ter boa oralidade; Leitura/Escrita, são indivíduos que aprendem melhor lendo e tomando nota. Em geral, costumam fazer resumos e anotações ao estudar;

Cinestésicos – são pessoas que preferem aprender fazendo ou resolvendo problemas na prática e gostam de realizar pesquisas
Conhecer seu próprio perfil de aprendizagem ou identificar o perfil do seu aluno não é a fórmula mágica, nem garantia de sucesso, mas permite que se faça um planejamento de estudo, metodologias e ferramentas que auxilie o aluno a potencializar sua aprendizagem.

É importante que educadores e instituições de ensino atentem para o comportamento de seus alunos, levando em consideração que cada estudante possui características e formas próprias de aprender e não tentem ensinar de forma única. E aí? Você conhece o seu estilo de aprendizagem?

(*) Tatiane Gomes é pedagoga

Fonte